EFEMÉRIDES DO CALANGO

Já viu esse aqui?

30 dezembro, 2014

A curiosa história de William Moulton Marston, o criador da Mulher-Maravilha

William Moulton Marston (1893-1947) foi influenciado pelo contexto geográfico e temporal da Segunda Guerra Mundial, propício ao aparecimento de uma personagem feminina com superpoderes, dando continuidade ao Super-homem (1938) e a Batman (1939), para imaginar essa primeira super-heroína em 1941 (sob o pseudônimo de Charles Marston). 
Mas a ideia também surgiu de suas convicções feministas, alimentadas pela admiração que nutria por Margaret Sander, ativista norte-americana responsável pela criação da primeira clínica de controle da natalidade nos Estados Unidos. Ele acreditava na superioridade da mulher do ponto de vista afetivo e emocional. Marston costumava dizer que a Mulher-Maravilha foi criada para ser "uma propaganda psicológica para um novo tipo de mulher que, acredito, deverá governar o mundo".

Enfim, Marston defendia um modelo feminino bastante liberal. E esse liberalismo foi exigido até de suas companheiras. Ele casou-se com Sadie Elizabeth Holloway e, mais tarde, quando dava aulas na Universidade de Tufts, encontrou uma jovem estudante, Olive Byrne (sobrinha de Margaret Sander!!!), por quem se apaixonou. Fez um ultimato à mulher: Olive teria de viver com eles ou o casamento terminava. Acabou por ter filhos das duas mulheres, todos a viver na mesma casa.

Fonte: Jornal i
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Imprima o post!