EFEMÉRIDES DO CALANGO

Já viu esse aqui?

05 outubro, 2016

[Opinião] Cavaleiro da Lua #1 a #6, por Warren Ellis (2014)

O Cavaleiro da Lua é um personagem que estava no mix da primeira revista em quadrinhos que li na via, Almanaque do Capitão América #57 (Ed. Abril). Criado por Doug Moench (roteirista) e Don Perlin na revista Werewolf by Night, sua verdadeira identidade é Marc Spector, mercenário que quase morreu aos pés de uma estátua de um antigo deus egípcio associado à Lua, Konshu

Doug Moench (1948 - ) Don Perlin (1929 - )
Primeira aparição do Cavaleiro da Lua (1975)
Acreditando ter sobrevivido graças ao próprio Konshu, ele volta a Nova Yorque, assume um uniforme prateado (em homenagem ao deus egípcio) e começa a combater o crime como o Cavaleiro da Lua. Como mercenário, ele também acumulou uma fortuna que é a base do financiamento de suas atividades de vigilante, bem como a face visível de seu outro disfarce, o milionário e filantropo Steven Grant. E, por fim, para auxiliar em sua investigações, ele também anda por aí como o taxista Jake Lockley.

Ou seja, é um genérico Marvel para o Batman. Vamos conferir?  Steven Grant está para Bruce Wayne (milionário), assim como o Cavaleiro da Lua está para o Batman (herói), assim como Jack Lockley está para Fósforos Malone (pessoa que transita entre as pessoas comuns). A única diferença é que enquanto Bruce Wayne é uma identidade real, Steven Grant é mais um disfarce de Marc Spector.

Bom, feitas as apresentações, vamos ao Cavaleiro da Lua escrito por Warren Ellis em 2014.
Foram os seis números iniciais da série atual. Ele parte da premissa que Spector não ficou à beira da morte no Egito. Ele realmente morreu e foi ressuscitado por Konshu. Isso, por si só, já promove uma diferença muito grande no herói, pois ele passa a ter alguns poderes sobrenaturais (ou não?). Nessa série, Ellis tornou o Cavaleiro da Lua esquizofrênico. Grant, Lockley e o próprio Spector não são disfarces ou alter-egos. São personalidades distintas que, inclusive conversam entre si.

Isto posto, o Cavaleiro da Lua passa a agir não apenas como ele próprio, mas numa variante sofisticada, o Sr. Lua, que seria o Cavaleiro da Lua Steven Grant (sic!) e que é aceito e respeitado por um certo detetive de polícia tal qual a relação entre Batman e Comissário Gordon. Chega ao cúmulo de, durante uma investigação de assassinato, ele chegar e o detetive mandar os outros policiais se afastarem para o 'homem' trabalhar.
Sr. Lua
Outra característica bem marcante desse Cavaleiro da Lua de Ellis é que a explicação para o prata (ou branco) do uniforme não é apenas uma homenagem a Konshu, é porque ele não quer ser furtivo. Prefere que os vilões vejam quando ele está chegando em sua limusine branca automatizada (Sr. Lua) ou em seu drone em forma de lua (Cavaleiro da Lua). Uma atitude explicitamente suicida.
Limusine do Sr. Lua Drone do Cavaleiro

O que se vê aqui, em minha opinião, não é o Cavaleiro da Lua, mas uma experiência autoral de Warren Ellis que ele nunca pode fazer com o Batman. O que aconteceria se Bruce Wayne enlouquecesse? Todo mundo sempre divaga sobre isso em fóruns e conversas privadas, mas ninguém nunca se atreveu a fazer isso com o Batman. Então, o que Ellis faz? Vê a oportunidade de brincar com essa loucura num 'Batman' genérico.

Como história autoral, acho muito boa a HQ. São histórias rápidas que exploram cada uma das psiquês que Spector desenvolveu devido à sua experiência de (quase) morte. Contudo, se trata de um personagem conhecido, com histórico e perfil já definidos. Não acredito que foi uma boa escolha. Mark Millar também quis brincar de Batman louco. Não deixaram e ele criou o Nêmesis, que parece muito com o que Ellis fez agora com o Cavaleiro da Lua.

Nêmesis, de Mark Millar. Um 'Batman' psicopata.
Enfim, a premissa básica me parece ser: "O que aconteceria com o Batman se ele enlouquecesse?"

Desta forma, esquecendo que se trata do Cavaleiro da Lua, eu daria um 8,0. Lembrando que se trata de um dos primeiros personagens que li na minha vida, prefiro nem dar nota.

Mas para ser justo, vou colocar as revistas na próxima postagem para que leiam e tirem suas conclusões.

Não esqueçam de voltar aqui para discutirmos o assunto!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Imprima o post!