EFEMÉRIDES DO CALANGO

Já viu esse aqui?

08 agosto, 2016

Você sabia que houve quatro outras Arlequinas antes?

Arlequina está em alta. Grande trunfo do filme Esquadrão Suicida, ela nasceu fora dos quadrinhos, em 1992, na série animada do Batman (e só entrou para a continuidade dos quadrinhos em 1999). E olhem que a previsão era de apenas um episódio!!!
Mas o nome Arlequina não é original! Já houve quatro outras na DC.
Molly Maine (1947)

Na década de 1940 surgiu uma inimiga do Lanterna Verde Alan Scott que mantinha certo flerte com o herói esmeralda, acabando por se tornar décadas depois, sua segunda esposa.


Ou seja, madrasta de Manto Negro e Jade.
Duela Dent (1976)
 
Era uma maluquinha que debutou nos quadrinhos como Filha do Coringa, mas que revelou-se ao Robin (que deduziu sozinha se tratar de Dick Grayson) ser filha de Harvey Dent (Duas-Caras). Também transitou pelos quadrinhos como filha da Mulher-Gato, do Espantalho, e do Pinguin. Depois, assumiu a identidade de Arlequina e tentou se unir aos Jovens Titãs como forma de expiar os crimes de seu pai (qual deles?).

Marcie Cooper (1985)

Ela era neta um Caçador Cósmico e, por isso, foi recrutada para fazer parte desta tropa anterior aos Lanternas Verdes. Para tanto foi colocada para trabalhar na mesma rádio onde trabalhava Molly Maine, a primeira Arlequina. Acabou furtando os óculos geradores de ilusão que Molly usava e tornou-se a nova Arlequina, uma vilã convicta que chegou a matar seu avô quando ele se opôs aos planos dos Caçadores Cósmicos de invadir a Terra.
  Arlequina IV (1993)

Quando criança, essa misteriosa personagem descobriu que tinha o poder de gerar ilusões. Obcecada pelo Lanterna Verde Alan Scott, aprendeu tudo sobre ele e se convenceu que estava destinada a ser a nova Arlequina e ser sua esposa.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Imprima o post!