Já viu esse aqui?

17 setembro, 2015

A rainha da Costa Negra, a primeira vez em que Conan apareceu em quadrinhos!

Ao contrário do que se imagina, as histórias de Conan, o bárbaro criado por Robert E. Howard, não tiveram sua primeira adaptação pela Marvel, em agosto de 1970. A primeira empreitada do universo hiboriano nos quadrinhos aconteceu no México, nas páginas de "Cuentos de Abuelito" ("Histórias do Vovô"), da Corporacion Editorial Mexicana S.A. CEMSA, entre 1952 e 1953. Conan e Bêlit começam a aparecer na edição #8 (1952) e ficam até o número #61. Um fato curioso é que os números #10 e #12 adaptaram a parte final da saga de Howard, mas Bêlit sobrevive para viver mais aventuras. Depois, passou a estrelar revista própria -  "La Reina de la Costa Negra".

Outro fato notável é que Glenn Lord, dono do espólio de Howard nos anos 1970, alegou não saber nada sobre a publicação latina, ela seria uma versão pirata.

Contudo, o mais curioso, talvez, seja o fato de que as histórias eram centradas em Bêlit, a rainha da Costa Negra, e não em Conan. Ele era apenas um coadjuvante nas histórias da pirata Bêlit, e era loiro. Os Corsários Negros foram transformados em vinkings, o navio Tigress virou "Venganza". As histórias eram escritas por Loa e Victor Rodriguez, Raphael Silvaquiros e Riol de Man; desenhadas por Salvador Lavalle e Hector Gutierrez (que assinava "Hecky"), além de J. Kastro e A. Ramirez.

Descobri esta pérola da arqueologia quadrinística no excelente Caverna da Caveira que, por sua vez, indicou o blog Caixa de Gibis para maiores detalhes.

Mas bom mesmo é experimentar uma dessas histórias. Cliquem na capa abaixo para baixar.

CBZ | 32Mb | Dropbox
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...