Já viu esse aqui?

12 março, 2012

A origem do Leão do imposto de renda

Todo brasileiro, hoje em dia, associa o ajuste anual do imposto de renda (estamos na época!) à imagem do leão. Mas você sabe porque ou quando isso começou?

O leão se tornou garoto propaganda da Receita a partir de uma campanha publicitária criada em 1979 e divulgada no ano seguinte que deu tão certo que até hoje seu personagem é sinônimo do imposto de renda.

Em 1979 a Secretaria da Receita Federal decidiu contratar uma campanha publicitária para divulgar um moderno sistema tecnológico de apuração e processamento do imposto de renda. A DPZ, empresa escolhida para o trabalho, resolveu ir por um caminho diferente depois de algumas conversas com o então secretário Francisco Dornelles.

O publicitário Neil Ferreira, sócio da DPZ, achou que toda aquela conversa sobre computadores e cruzamento de dados não iria funcionar junto ao contribuinte brasileiro da época e ficou com a tarefa de criar uma campanha para falar sobre o imposto de renda e não mais sobre tecnologia como havia sido o pedido inicial.

A agência precisava criar uma campanha forte, mas sem assustar o contribuinte. Surgiu a idéia de usar a figura de um leão que é manso, mas não é bobo. Ele representava majestade, poder, força e inteligência. De acordo com os publicitários que criaram a campanha, o leão é o rei dos animais, mas não ataca sem avisar, é justo e leal.

Para muitos, a figura imponente do leão desperta respeito e compromisso. A ideia de justiça e a lealdade trazida pelos publicitários remete à forma de trabalho da Receita Federal do Brasil: orientação do cidadão sobre as suas obrigações tributárias e punição aos que fogem das regras.

Veja a seguir algumas das peças publicitárias que contribuíram para vincular a imagem do leão ao imposto de renda. Interessante notar os formulários de imposto de renda que eram preenchidos na era pré-internet.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...